Guia Definitivo do CFTV

GUIA DEFINITIVO DO CFTV

O melhor e mais completo guia consulta e aprendizagem na área de CFTV.

Material ilustrado com explicações fáceis e simples de entender que permitem a qualquer pessoa aprender rapidamente os segredos do CFTV

2

Cabos HDMI para CFTV

Em muitas instalações de CFTV que utilizam DVR, o cliente quer ver as imagens através de um monitor conectado diretamente no gravador.

Para esse tipo de instalação é necessário o uso de monitores e cabos HDMI ou VGA, e atualmente a melhor escolha tem sido o primeiro.

Muitos técnicos se deparam com diferentes tipos de situações quando estão instalando os cabos, e nesse artigo vou explicar um pouco sobre os padrões da tecnologia HDMI e suas versões.

Cabo HDMI utilizado em CFTV

Cabo HDMI utilizado em CFTV

Todos os cabos têm suas limitações relacionadas a distância, e no caso do HDMI a distância máxima recomendada pelos engenheiros criadores do padrão é de 50 pés (15 metros).

Há muita discussão sobre qualidades de cabos HDMI e obviamente há grandes diferenças em preços, no mercado é possível encontrar os tão famosos xing lings, e também outros que vendem seus cabos a preços muito elevados, afirmando que proporcionam melhor imagem.

A questão na verdade é simples, os cabos entregam o vídeo ou não, ou seja, se aquele cabo baratinho que comprou na Santa Ifigência permite obter imagem do seu DVR em um monitor FullHD, o outro cabo que custa muito mais caro não irá fazer um trabalho melhor, é somente uma questão de aparecer ou não a imagem na tela.

Devo sempre comprar cabos HDMI baratos ?

Não recomendo comprar aqueles cabos HDMI de péssima qualidade, porque há outros fatores envolvidos, além de mostrar ou não a imagem como explicado anteriormente. Depedendo da qualidade física do cabo, movimentos de manobras podem danificá-lo.

Então você pode ficar entre o cabo mais barato e o mais caro, ou seja, não é necessário gastar com algo muito caro, mas também não precisa ser muquirana ao ponto de comprar cabos de péssima qualidade.

Pinos de um conector HDMI

Pinos de um conector HDMI

Muito cuidado ao comprar cabos no mercado que possuem material de má qualidade que faz com que os pinos sejam danificados quando são inseridos nos equipamentos como DVRs ou TVs.

Mais detalhes sobre o padrão HDMI

O padrão HDMI foi criado para transporte multimídia em alta definição, dai vem seu nome High Definition Multimedia Interface o que significa que pode transportar áudio e vídeo em alta definição em formato digital, esse padrão foi evoluindo com o tempo para diferentes versões.

Não vou entrar em muitos detalhes técnicos aqui, mas basicamente o padrões criados para o HDMI estão relacionados à velocidade que se pode transmitir o conteúdo multimídia (áudio e vídeo) e outros recursos como o uso de imagnes em 4K (HDMI versão 1.4) ou transmissão  de duas imagens simultâneas (HDMI versão 2.0) que também permite maior taxa de Frame Rate (4K em 60FPS).

TV moderna

TVs modernas podem já vir com o padrão HDMI 2.0

No mercado é possível encontrar equipamentos com diferentes versões do padrão HDMI, ou seja, o manual do fabricante do produto deve indicar qual a versão de HDMI está disponível (embora a maioria dos manuais não mencionem nada a respeito)

Mas preste muita atenção no que estou dizendo... as versões de HDMI como 1.4 e 2.0 são relacionadas aos equipamentos, não estou falando dos cabos, ou seja, não caia no conto de comprar um cabo que algum vendedor te empurra dizendo que é cabo HDMI 2.0, isso não é correto.

Quer dizer então que seu eu tiver um cabo que utilizo em dispositivos que possuem versão 1.4 como um reprodutor de Blue Ray e uma TV e quiser usar esse mesmo cabo em dispositivos novos que são versão 2.0, como as TV modernas por exemplo, esse cabo vai servir ?

Cabos HDMI

Cabos HDMI

Extamente, seu cabo antigo vai servir pois os padrões de pinos são os mesmos, não pense que tem algo super especial em um cabo novo que o vendedor quer te empurrar, o padrão está nos dispositivos e não nos cabos, Então não é necessário trocar por um novo e mais caro.

Para resumir a ópera, cabos HDMIs que utilizados para versões como a 1.4 irão funcionar para a versão 2.0, compre cabos de boa qualidade mas não pague um absurdo por eles, tenha em mente a recomendação de 15 metros e não caia da lábia de alguém na Santa Infigência (SP) te empurrando cabos HDMI ninjas que superam essa distância a preços mais caros, se precisar ir além dessa distância use repetidores.

Mais detalhes sobre padrãos e versões podem ser encontrados no próprio site da HDMI.org (www.hdmi.org), são informações confiáveis, pois são de engenheiros e criadores do padrão. (apesar de que sempre vai encontrar aquele vendedor que acha que sabe mais que todos e vai continuar com explicações mirabolantes para te empurrar outro cabo 🙂 

Um abraço, e compartilhe o Blog clicando nos botões abaixo:

Claudemir Martins
 

Meu nome é Claudemir Martins, nascido em uma pequena cidade no interior de São Paulo. Me profissionalizei em redes de computadores e CFTV, atualmente moro nos Estados Unidos e trabalho para uma das maiores empresas do mundo viajando pela América Latina e Caribe ministrando treinamentos.

Deixe um comentário 2 comentários
Fabio - 12 de dezembro de 2016

Olá, tudo bem? Só faltou explicar de como fez pra melhorar a imagem, já que o problema não é o cabo. (o problema pode ser na resolução) ou trocar de ntsc para palm.

Responder
    Claudemir Martins - 12 de dezembro de 2016

    Olá Fabio,

    Obrigado pela visita ao Blog.
    Na verdade a qualidade da imagem depende de vários fatores, por exemplo:

    Balanço do branco da câmera
    Lente errada para o sensor da câmera
    Configuração da Resolução no DVR, NVR ou câmera IP
    Resolução do monitor
    Ajuste da iris (que pode variar a profundidade de campo)
    Ajuste do obturador (que pode causar efeito de borrar a imagem)
    Ajuste de sistema progressivo ou entrelaçado
    Compensação de luz de como BLC, WDR e HLC

    De maneira geral, é necessário entender como uma câmera realmente funciona com os princípios de ótica e imagem, então você pode ter uma idéia rápida de qual é o problema
    No exemplo de Porto Rico, era necessário ajuste de balanço do branco, troca da lente e ajuste da Iris para a situação específica da instalação.
    Sabendo os princípios é fácil, e não vira aquele jogo de “fuçar em tudo” e arrumar por tentativa e erro

    Claudemir

    Responder

Deixe uma resposta







close

Veja esse vídeo agora


VÍDEO AULA GRÁTIS SOBRE INSTALAÇÃO DE CÂMERAS

Instalação de câmera dome
envelope-open-o
envelope-open-o