Análise do DVR Intelbras Multi HD MHDX-1004 - Aprenda CTFV.com
5

Análise do DVR Intelbras Multi HD MHDX-1004

A Intelbrás possui câmeras e DVRs com a tecnologia HDCVI originária da Dahua, porém com a proliferação de outras tecnologias no mercado como a HDTVI, AHD e IP os modelos de gravadores híbridos começaram a surgir. 

Nesse artigo irei fazer uma análise do DVR Multi HD MHDX-1004 da Intelbrás, é um modelo híbrido da série 1000 que comporta até 4 câmeras. 

DVR Intelbrás Multi HD MHDX 1004

Visão geral do produto

Preço do MHDX-1004

Com preço médio de R$320,00 (em 2018) esse é o modelo de gravador híbrido da Intelbrás que suporta até  4 câmeras analógicas ou IPs.

O preço não inclui o disco rígido que deve ser comprado à parte também ao um preço médio de R$ 320,00 no modelo com capacidade de 1TB

Tecnologia híbrida

Com a possibilidade de utilizar outras tecnologias como HDTVI e AHD é possível aproveitar as câmeras já existentes de clientes ou comprar câmeras com essas tecnologias caso seja interessante para o projeto em questão.

Multi HD da Intelbras

O logotipo da Intelbrás que representa a tecnologia híbrida Multi HD mostra as informações HDCVI, HDTVI, AHD, IP e analógico (deveria ser indicado como CVBS).

Uma pessoa leiga pode erronemente concluir que as tecnolgias HDCVI, HDTVI e AHD não são analógicas (o que não é verdade).

IMPORTANTE:

Cuidado para não fazer confusão com as tecnologias aqui citadas. HDTVI, HDCVI e AHD são analogicas de alta resolução ao passo que a tecnologia CVBS é analógica tradicional de baixa resolução.

Facilidade de instalação

Segundo a empresa, o DVR é simples e prático de instalar e configurar, além de permitir a conexão com o serviço de nuvem da própria Intelbrás sem a necessidade de configurações complexas de portas e roteador. 

Há software Intelbrás S.I.M. Plus para computador e o aplicativo ISIC 6 para celular que permitem o monitoramento do dispositivo remotamente, ambos podem ser baixados gratuitamente na área de download da empresa.  

Público alvo

A Intelbrás deixa claro em seu site que o produto é ideal para projetos pequenos e médios em residências e pequenos escritórios. Por se tratar de um produto de entrada, não é recomendado para grandes projetos de CFTV.

Testes com o DVR Multi HD Multi MHDX-1004

Para realizar os testes dos equipamentos eu comprei o DVR MHDX-1004 pelo preço de R$ 337,50 e duas câmeras de entrada da Intelbras modelos VHD1010 B G4 (HDCVI) e modelo VIP 1120 B (IP) pelos preços de R$90,30 e R$210,50 respectivamente no site da Tudo Forte.

DVR Multi HD Intelbras

Apesar de ter uma câmera analógica e uma IP da Intelbrás, nesse artigo irei testar somente modelos analogicos de diferentes tecnologias pois tenho em meu laboratório equipamentos de outros fabricantes e marcas.

A idéia é testar o DVR para verificar a facilidade de configuração e a compatibilidade com diferentes tecnologias como HDTVI por exemplo.

Parte frontal do DVR

Na parte frontal o DVR traz a indicação da tecnologia Multi HD e uma porta de conexão para o mouse e LEDs que indicam o status do equipamento. 

Não há botões frontais para controle de canais, reprodução ou PTZ.

DVR Intelbrás Multi HD MHDX 1004

Na tampa do DVR ao lado esquerdo é possível encontrar uma etiqueta com um número e código de barras que devem ser usados para a configuração de acesso remoto por celular via serviço de nuvem (Intelbras Cloud).

Parte traseira do DVR

A parte traseira do DVR é bem tradicional, porém é interessante notar que há várias opções para saida de monitores, desde a mais antiga e tradicional conexão para BNC, tendo também saída VGA e saída mais moderna HDMI.

DVR MHDX 1004 parte traseira

Saída analógica tradicional

Na vida prática dos técnicos de instalação sempre surgem necessidades dos clientes e a velha saída BNC analógica é uma delas. Nesse modelo de DVR a saída está disponível para ser utilizada para esses casos específicos.

Saída analógica do DVR MHDX-100

No lado esquerdo do DVR é possível notar a saída analógica tradicional que pode ser conectada a um monitor padrão de CFTV ou à entrada do sistema coletivo de TV muito comum em instalações prediais. É um recurso útil para vários técnicos.

A saída analógica é realmente uma sacada interessante para atender o mercado. Desde que tenha também saídas HDMI e VGA não há problemas.

Entradas para as câmeras

Um fato que me chamou atenção nesse DVR foi o fato dos números dos canais para entradas de vídeos estarem invertidas. Note na imagem abaixo que estão numeradas da direita para esquerda de baixo para cima.

O primeiro conector ao lado esquerdo superior é o canal 4 onde na maioria dos DVRs essa posição é para o canal 1 (clique na imagem para ampliar).

Entradas de câmeras no DVR MHDX 1004

(clique na imagem para ampliar)

Conexões traseiras do DVR

Ao lado esquerdo do DVR é possível ver em detalhes a saída para monitor HDMI, conector para redes (RJ 45), conector para controle PTZ, saída para monitor VGA, porta USB e conector de entrada para alimentação.

Conexões traseiras do DVR

Saída HDMI

A saída HDMI permite ligar o DVR a um monitor de alta resolução e enviar vídeo (e nesse caso também o áudio) a uma distância padrão de até 15m.

Para distâncias maiores é necessário utilizar algum tipo de conversor, caso essa seja a sua necessidade, recomendo a leitura dos artigos abaixo:

Artigos extras sobre cabos HDMI

Conector para rede (RJ45)

Para acessar o DVR pela rede local ou pela Internet é necessário utilizar um cabo de rede até o switch ou roteador (dependendo da aplicação).

É recomendado o uso de cabo categoria 5e ou superior para não degradar a qualidade do sinal digital. 100m é o limite entre o DVR e o roteador/switch.

Conector para controle PTZ

Caso seu sistema de CFTV possua alguma câmera analógica móvel tradicional, conhecida como PTZ, esses conectores devem ser usados.

Saída VGA

Essa saída permite a conexão a monitores tradicionais VGA, porém é recomendado o uso de HDMI para obter melhor qualidade de imagem.

Porta USB

Essa porta pode ser utilizada para realizar backup de vídeos gravados e atualizações de firmware do DVR.

Conector para fonte de alimentação

O DVR vem com sua fonte de alimentação de 12V que deve ser conectada nessa entrada. Observe a polaridade e potência caso precise utilizar outra.

Fonte de alimentação

Na caixa do DVR há uma fonte de alimentação apropriada para o produto.

DVR MHDX-1004 com fonte de alimentação
Fonte de alimentação do DVR MHDX 1004

O DVR já vem com sua fonte de alimentação que deve ser utilizada para alimentá-lo, é importante ter em mente que o dispositivo estará trabalhando em regime 24 x 7 e que possui um disco rígido interno (HD) que também depende de alimentação e por isso é fundamental que o valor da potência (ou a informação da corrente elétrica) seja respeitada.

A fonte que vem com o MHDX-1004 é de 12V com corrente de 2A. Caso  Necessite usar outra fonte siga esses valores.

Parte interna do DVR

Disco rígido (HD)

Na parte interna o DVR possui uma placa padrão para captura e digitalização de imagens e interface de rede. Além de espaço para o disco rígido (HD).

DVR Intelbras aberto

A Intelbrás recomenda o uso de discos rígidos da linha Purple da Western Digital que é o mais adequado para equipamentos de gravação em CFTV. 

Note na imagem que estou utilizando o disco recomendado, basta colocá-lo no local e na parte debaixo do DVR fazer a fixação com os parafusos.

Ventilação

Na lateral do DVR há um pequano ventilador para manter o dispositivo na temperatura ideal de trabalho, é importante não obstruir a passagem de ar no momento da instalação do DVR, se possível o ideal é instalar em locais abertos onde haja circulação de ar suficiente.

DVR da Intelbras aberto - parte lateral

Interface de rede

Dentro do DVR é possível notar uma etiqueta com a informação do MAC Address do gravador. nesse caso 00:1A-3F-7B-ED-81. Ao fazer a consulta descobri que o MAC retorna a identificação da própria Intelbrás, ou seja, ela não está mais utilizando placa de rede de terceiros mas sim sua própria linha de placas de rede oficialmente registrada e reconhecida como Intelbrás.

DVR Intalbras - MAC Address
MAC DVR Intelbras
MAC Address de DVR Intelbras

Configuração inicial do DVR

Verificação automática de HD e câmeras

Ao ligar o DVR ele automaticamente reconhece as câmeras e o HD instalado e informa que a marca de disco rígido recomendada WD Purple (da Western Digital) está sendo utilizada.

Mensagem de HD encontrado

As câmeras conectadas ao gravador também são automaticamente reconhecidas caso sejam compatíveis (HDCVI, HDTVI, AHD, CVBS ou IP).

A princípio conectei uma câmera VHD 1010 B G4 da própria Intelbrás e uma câmera bullet Turbo HD 720p da Hikvision com a tecnologia HDTVI e elas forma imediatamente reconhecidas pelo DVR sem nenhum problema.

Abaixo as imagens das câmeras da Intelbras e da Hikvision conectadas ao DVR MHDX-1004. A diferença de abertura é devido ao tipo de lente e sensor de cada câmera (3.6mm com sensor de 1/4" e 2.8mm com sensor de 1/3")

Intelbras VHD 1010 B G4

Imagem da câmera VHD 1010 B com infravermelho

(clique para ampliar)

Hikvision Turbo HD 720p

Imagem da câmrera Hikvision

(clique para ampliar)

Ajuste de data e hora

É fundamental ter a data e hora corretamente configuradas para que o sistema possa gravar corretamente, caso contrário poderá ter um problema.

Para conferir e ajustar a hora basta entrar no menu mostrado abaixo:

MHDX-1004 Configuracao de data e hora

(clique para ampliar)

Gravação das imagens

Simplemente ao conectar as câmeras e ligar o DVR a gravação é iniciada automaticamente desde que o disco rígido adequado esteja instalado.

Há uma calculadora interna que estima a quantidade de dias que serão gravados, no meu caso com a configuração padrão e disco de 1TB o DVR me retornou uma estimativa de 22 dias usando gravação contínua (24 horas).

MHDX 1004 Janela de estimativa de HD

(clique para ampliar)

Essa configuração deve ser alterada para atender as necessidades do local de gravação, No meu caso é viável gravar por detecção de movimento.

Há um menu no DVR que permite fazer tal configuração facilmente, a princípio o padrão é gravação contínua nas 24 horas do dia.

MHDC 1004 - gravação contínua

(clique para ampliar)

Conexão via rede

Para visualizar as imagens via rede é extremamente simples, conectei o cabo de rede do DVR ao meu roteador, verifiquei qual o IP foi dado para o dispositivo e adicionei ao software SIM Plus que baixei do site da Intelbrás.

MHDX-1004 - Menu de configuracao IP

(clique para ampliar)

Note na imagem acima que há a informação do IP recebido pelo DVR a partir do roteador (DHCP indica que irá receber IP automaticamente).

Abaixo um exemplo da imagem do DVR sendo visualizado no computador através do uso do software SIM Plus da Intelbrás (software grátis).

MHDX-1004 e monitoramento via SIM PLUS da Intelbras

(clique para ampliar)

Conclusão

O DVR MHDX-1004 da Intelbras é um bom equipamento para aquelas instalações simples e que não requerem muito conhecimento técnico,

Prós

As funções do gravador e compatibilidade com outras tecnologias tornam o DVR atraente para o público que deseja investir pouco para ter um sistema de segurança que atenda as necessidades básicas.

O fato de possuir software e App grátis para permitir acesso e visualização remota também colaboram para uma boa aceitação do produto no mercado.

Suporte técnico no Brasil em portguês é outro ponto positivo para o DVR.

Contras

Eu diria que um do únicos incovenientes é o fato da dependência que a empresa possui do desenvolvimento realizado fora do país (China).

No passado quando houve problemas de falha de segurança e invasão de DVRs e a Intelbrás demorou para dar uma solução para o problema, provavelmente devido ao fato de depender do desenvolvimento de um novo firmware pelas empresas chinesas.

Em novas versões de firmware no entanto há correções e melhor proteção contra tentativas de ataques de senha padrão por exemplo devido ao fato que é mandatória a alteração da senha de fábrica na primeira instalação.

Claudemir Martins
 

Meu nome é Claudemir Martins, nascido em uma pequena cidade no interior de São Paulo, me profissionalizei em redes de computadores (CISCO) e CFTV. Trabalhei para grandes empresas (como a Samsung) como engenheiro e treinador profissional ministrando treinamento em diferentes países e idiomas. Atualmente moro com minha família nos Estados Unidos e tenho minha própria empresa na áera de tecnologia.

Deixe um comentário 5 comentários
Ari Pereira da Silva - 23 de agosto de 2018

Olá!

Estou gostando muito dos seus vídeos, através deles começo a nortear meus projetos, vi que estou conseguindo (com a sua ajuda), assimilar bem dessa matéria profissional.

Acho que pelas circunstâncias pelas quais passa o nosso Brasil, é mandatorio a busca de outros horizontes profissionais.

Obrigado, você nos faz parecer fácil e isso é animador!

Responder
Flaviano Moura - 4 de maio de 2019

Excelente conteúdo e bem completo, explica muito bem todos os pontos à respeito de todas as tecnologias, muito obrigado em breve estarei adquirindo o seu manual.

Responder
Peter Esteves - 17 de junho de 2019

Muito Boa as explicações, é também acho que o custo benefício do equipamento é muito bom, parabéns!

Responder

Deixe uma resposta

Baixe o guia do CFTV: O melhor material do mercado

angle-double-right
angle-double-left






close

Baixe o Guia Definitivo do CFTV


IMPRESSIONE SEUS CLIENTES 

COM SUA NOVAS HABILIDADES

  • check-square-o
    Linguagem clara bem simples de entender.
  • check-square-o
    Para pessoas com ou sem experiência.
  • check-square-o
    Aumente sua renda com serviços extras.