.st0{fill:#FFFFFF;}

O fim do CFTV analógico 

Por  Claudemir Martins

O Fim do CFTV analógico 

Com a evolução dos sistemas de CFTV, grandes competitores no mercado começaram a criar novas tecnologias que no final das contas irão acabar com os sitemas analógicos tradicionais

Câmera analógica

Mas há no mercado a tecnologia de câmeras analógicas de alta resolução que são recentes e promissoras, não é mesmo ? Então porque afirmar que é o fim do CFTV analógico ?

Estou falando dos sistemas antigos com as câmeras NTSC e PAL que conhecemos, com famosas 380, 420, 540, 600, 700 linhas, elas estão sendo substituídas por câmeras com mais alta resolução com as novas tecnologias como TVI, CVI, AHD e SDI. 

Então devemos abandonar o CFTV analógico ?

A resposta simples é não. Ainda vai levar um certo tempo para o término total do CFTV analógico tradicional, especialmente na América Latina, mas a idéia é que cada vez mais iremos avançar para novos sistemas analógicos de alta resolução e sistemas IPs, então devemos estar preparados para essa mudança. 

Com o avanço da tecnologia, e mais demanda do mercado, há um redução significantes de preços que permite a migração para sistemas com mais qualidade e recursos. 

Então haverá ainda espaço para continuar vendendo os sistemas tradicionais analógicos com resolução tradicional, (conhecida como SD) em mercados que já possuem essa tecnologia em funcionamento e precisam mantê-la, afinal, ninguém vai jogar seus gravadores e câmeras fora e iniciar o uso de outra tecnologia.

Em projetos menores de pequenos escritórios e residências, ainda também haverá espaço por um bom tempo, ainda mais quando o cliente final está preocupado em pagar o menor preço e a concorrência está oferencendo sistemas tradicionais baratos, isso acaba forçando a todos a oferecem o mesmo produto com o receio de perder o negócio. Então o fim do CFTV analógico é certo, mas ainda terá uma sobrevida por causa da latência da mudança.

E como fica o mercado de CFTV IP ?

Sistemas IPs certamente possuem muitas vantagens sobre sistemas analógicos, não é a toa que têm um crescimento anual muito grande e há muitas empresas milionárias no ramo de desenvolvimento de software para CFTV IP, nomes como Digifort, Milestone, Genetec, ISS, OnSSI, Verint, Aimetis, Exacq, etc. Muitas dessas empresas existem para atender a demanda de fabricantes de câmeras IPs, que aliás já são muitos e crescem rapidamente.

Analógico e Digital

A conclusão é que o mercado irá caminhar para a tecnologias do analógico de alta resolução e tecnologia IP, certamente não há como escapar da necessidade de entender ambas as tecnologias se quisermos estar a frente do mercado de CFTV.

Decretamos então o fim do CFTV analógico, mas a morte será gradual !

Claudemir Martins


Meu nome é Claudemir Martins, nascido em uma pequena cidade no interior de São Paulo, me profissionalizei em redes de computadores (CISCO) e CFTV.

Trabalhei para grandes empresas (como a Samsung) como engenheiro e treinador profissional ministrando treinamento em diferentes países e idiomas.

Atualmente moro com minha família nos Estados Unidos e tenho minha própria empresa na áera de tecnologia.

Claudemir Martins

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}