Intelbras MHDX-1004 testes com diferentes tecnologias - Aprenda CTFV.com
11

Intelbras MHDX-1004 testes com diferentes tecnologias

O DVR MHDX-1004 da Intelbras promete trabalhar com as tecnologias HDCVI, HDTVI, AHD, CVBS e IP, mas será que realmente funciona bem ?

DVR Intelbrás Multi HD MHDX 1004

Eu fiz o teste utilizando 4 câmeras com as tecnologias citadas no mesmo DVR para colocar o equipamento à prova. Veja nesse artigo os detalhes...

O MHDX-1004 é um modelo híbrido

Os DVRs que trabalham com diferentes tipos de de tecnologias são conhecidos como híbridos. Esse é o caso do MHDX-1004 que a princípio é um gravador de 4 canais, porém aceita um quantidade maior de câmeras ao permitir o uso de modelos de câmeras IPs da própria Intelbrás ou ONVIF.

Aqui no blog há outro artigo completo sobre a análise desse gravador, para mais informações leia: Análise do DVR da Intelbras Multi HD MHDX-1004.

Todas as câmeras funcionaram, mas...

Já adiantando o resultado, posso afirmar que todas as câmeras funcionaram, no teste com 4 câmeras com as tecnologias HDCVI. HDTVI, AHD e CVBS no mesmo DVR, mas há alguns detalhes importantes..

Dependendo da infraestrutura utilizada você poderá enfrentar alguns problemas com esse DVR. claro que isso é normal para qualquer instalação, afinal cabeamento, conectores, conversores e tudo mais certamente causam impacto na qualidade final, porém esse gravador é mais sensível a isso. 

Em uma rápida comparação o DVR da Hikvision modelo DS 7204HGHI mostrou maior eficiência no uso de câmeras com tecnologia HDTVI.

Talvez porque HDTVI seja a tecnologia da própria Hikvision e por isso possa ser mais eficiente, más na prática com a mesma infraestrututura  e apenas mudando o cabo coaxial de um DVR para outro a diferença foi gritante.

O mesmo aconteceu com o teste de câmera AHD da Samsung que ficou com a imagem perfeita na mesma infraestrutra, dando a primeira  impressão que o DVR SDH-B3040 e câmera dessa marca é melhor que a da Intelbras.

Bom, isso foi só um "spoiler" do que está por vir, veja mais detalhes a seguir.

As câmeras utilizadas no teste

A idéia foi mesclar marcas e modelos e explorar a capacidade do DVR em reconnhecê-las,  Veja abaixo a lista das câmeras com mais detalhes.

Câmera com tecnologia HDCVI

A Intelbras VHD1010 B G4 é uma câmera bullet com tecnologia analógica de alta resolução HDCVI que proporciona imagens com resolução HD (720p). 

Intelbras VHD1010 B G4

Câmera com tecnologia HDTVI

A Hikvision DS-2CE16C0T-IRPF é uma câmera bullet com tecnologia analógica de alta resolução HDTVI que proporciona imagens com resolução HD (720p).

Bullet Hikvision

Câmera com tecnologia AHD

A Samsung SCO-6023R é uma câmera bullet com tecnologia analógica de alta resolução AHD que proporciona imagens com resolução HD (1080p).

Samsung SCO-6023R

Câmera com tecnologia CVBS

A câmera turret analógica de baixa resolução com tecnologia tradicional CVBS  (não possui marca) e proporciona imagens com resolução de 600TVL.

DOme Turret CVBS

==> E você pode estar pensando. "Ahhh Claudemir, mas essas câmeras têm resoluções diferentes e não estão na mesma categoria !"

Não se preocupe, esse artigo não é sobre a comparação de qual é a melhor câmera em relação a resolução, mas sim se a tecnologia funciona com o DVR MHDX-1004 da Intelbras e quais podem ser os possíveis problemas.

As câmeras utilizadas no teste

As câmeras foram instaladas lado a lado em um mesmo ambiente para que pudessem capturar imagens de único cenário e para que as variáveis fossem exatamente as mesmas, todas possuem a mesma distância de cabos até o DVR e fonte de alimentação por exemplo. (veja o diagrama a seguir).

Diagrama do DVR MHDX-1004 com 4 câmeras

O diagrama mostra 4 câmeras conectadas até o DVR via cabo UTP Cat5e com baluns que trabalham com as tecnologias HDCVI, HDTVI, CVBS e AHD.

O DVR está conectado a um switch Cisco catalyst 2960 que por sua vez está conectado ao laptop que tem o software SIM Plus.

A distância das câmeras até o DVR e fonte de alimentação é de 15m e a fonte de alimentação tem a capacidade de fornecer até 2A por câmera e possui potenciômetro para aumentar a tensão para eventuais perdas no cabo.

IMPORTANTE

A princípio comprei cabo cat5e e baluns genéricos e sem marcas conhecidas. A idéia é simular o dia a dia de instaladores de pequenos projetos residenciais que geralmente usam equipamentos baratos.


Ao pensar somente em preço e não na qualidade, a infraestrutura pode ficar comprometida e impactar no resultado final do projeto.


Os testes visam analisar como o DVR e câmeras se comportam nessas condições. Obviamente investimento em melhor infra é recomendado.

Primeira impressão do MHDX-1004

Ao conectar as câmeras analógicas o DVR simplesmente reconheceu todas elas sem nenhum problema, a primeira impressão foi realmente muito boa.

Porém logo em seguida pude notar que a qualidade das imagens não estava satisfatória devido ao rúido (chuvisco) nas imagens de algumas das câmeras.

Como o ambiente estava perfeitamente iluminado, esse problema não estava relacionado ao nível de iluminação mas a algum outro fator o qual eu deveria investigar. Veja a seguir as primeiras imagens do DVR com as 4 câmeras.

4 câmeras no MHDX-1004

Na imagem acima é possível ver a câmera da Intelbras VHD1010 B G4 no canal 1, aparentemente com uma boa qualidade e ângulo de visualização que corta parte da imagem devido à sua lente de 3.6mm e sensor de 1/4".

A segunda imagem é de uma câmera turret (dome) sem marca e com resolução tradicional de 600TVL (CVBS) que ao ser digitalizada se converte a no máximo 4 CIF (704x 480). O ângulo de visualização mostra uma área maior devido á sua lente de 2.8mm e sensor de 1/3".

A terceira imagem é da câmera Samsung SCO-6023R com tecnologia AHD, a imagem está um pouco mais escura e com a necessidade de um pequeno ajuste no ângulo de visualização, porém também foi reconhecida pelo DVR.

A quarta imagem é da câmera bullet da Hikvision DS-2CE16C0T-IRPF que a princípio mostra uma boa imagem com um ângulo de visualização um pouco maior que a câmera da Intelbrás devido ao conjunto lente e sensor.

Os problemas do MHDX-1004

Independente dos pequenos ajuste necessários para cada câmera citada anteriormente, a idéia é focar no funcionamento do DVR que a princípio deve reconhecer as diferentes tecnologias e realmente o fez facilmente.

Porém como nem tudo sempre sai como o esperado, surgiram alguns problemas relacionados à qualidade da imagem das câmeras.  

O primeiro problema que identifiquei foi com a câmera VHD1010 B G4 da própria intelbrás que estava com um alto nível de ruído (chuvisco) que parecia fora do normal já que a ilumação do local estava adequada.

Note na imagem que há várias linhas que deixam claro que há interferência, clique para ampliar e observe atentamente o problema...

Ruido na Imagem da VHD1010 B G4

(clique para ampliar)

O segundo problema identificado foi com a câmera da Hikvision que também apresentava o mesmo tipo de problema com ruido na imagem.

É normal uma certa quantidade e ruído na imagem quando há pouca luz no ambiente, porém esse não era o caso e se pode notar que a quantidade é excessiva. Clique para ampliar a imagem abaixo e veja em detalhes,

Ruido na câmera da Hikvision

(clique para ampliar)

Na câmera da Samsung também apareceram pontos pretos bem estranhos parecidos com chuviscos. Porém já possível notar que o problema é bem menor que nas demais câmeras. Amplie a imagem para ver em detalhes...

Ruido na câmera da Samsung

(clique para ampliar)

A tendência nesse tipo de situação é pensar logo de cara que é um problema com o DVR ou infraestrutura como cabos ou fonte de alimentação, porém a parte interessante é que quando simplesmente troquei o cabo de um DVR para outro o problema desapareceu imediatamente.

Ao retirar o cabo da câmera Samsung AHD do DVR Intelbras e colocá-lo no DVR da Samsung o problema desapareceu completamente.

Ao retirar o cabo da câmera da HDTVI da Hikvision e colocâ-lo em um DVR Hikvision, instantaneamente obtive imagens perfeitas sem os efeitos de ruído que ocorreram no DVR da Intelbrás. (veja imagem abaixo):

DVR Hikvision e Intelbras

Calma, não vamos tirar conclusões precipitadas, obviamente eu sabia que não poderia ser um problema com as câmeras, o ruído apresentado era bem característico de algo relacionado à interferência ou talvez infraestrutura.

Aparentemente o DVR da Intelbras não era tão eficiente para trabalhar com câmeras de outras tecnologias, mas ainda tinha que levar em consideração a infraestrutura que estava usando cabos UTP cat5e e baluns sem marca.

Próximo passo, investigar o problema e achar uma solução...

Testes e eliminação do problema

Eliminando variáveis fica fácil identificar o problema, e foi exatamente o que fiz ao testar a conexão direta do DVR Intelbras com as câmeras em distâncias mais curtas utilizando cabo coaxial e fonte diretamente conectada à câmera.

Como seria de se esperar o resultado foi satisfatório com a imagem das 4 câmeras perfeitas sem apresentar os efeitos de ruído e interferência. 

Ao testar com cabo UTP cat5e a distâncias mais curtas o problema também desapareceu, mas ao aumentar a distância além dos 5m já voltava a ocorrer.

Realizei testes também com a alimentação que chegava até a câmera, e até mesmo o aterramento e tudo estava OK. o problema não estava ai.

Finalmente com testes utilizando cabos cat6 o problema desapareceu completamente à distâncias de 15m utilizando os mesmos baluns próprios para as tecnologias HDCVI, HDTVI e AHD.

Abaixo a imagem da câmera VHD1010 B G4 a 15m de distância utilizando cabo UTP cat6 e balun próprio para as tecnologias HDCVI/HDTVI/AHD.

DVR Intelbras com Cat6

Considerações finais

Realizei uma bateria de testes comparando cabos e baluns de diferentes qualidades e notei que o DVR MHDX-1004 é bem sensível à infraestrutura.

DVRs da Hikvision e Samsung forma melhores em diversos outros testes que realizei, quando as imagens não eram satisfatórias no DVR da Intelbrás, bastava somente trocar de DVR que o problema desaparecia.

Obviamente o fato do DVR da Intelbras trabalhar com diferentes tecnologias simultameamente pode afetar o desempenho, então o equipamento acaba se comportando como um "patinho feio" que tenta fazer de tudo porém peca em entregar a qualidade necessária para todas as câmeras conectadas.

Também é obvio que a infraestrutura deve ser a melhor possível para evitar quaisquer tipos de problemas, e no caso do DVR da Intelbras, o uso de cabos de qualidade foi o fator fundamental para encerrar o caso.

Conclusão

o DVR MHDX-1004 da Intelbras é um produto de entrada e com um preço bem acessível e portanto é um equipamento que deve ser utilizado para projetos simples como instalações residenciais e pequenos comércios.

Na prática os técnicos instaladores que usam equipamentos da Intelbras tentam minimizar ao máximo os custos para entregar um orçamento baixo para o cliente e não perder em preço para a concorrência. 

Essa busca por preços extremamente baixos muitas vezes acaba impactando no uso de cabos, fontes e baluns de má qualidade que combinados com a fragilidade do DVR MHDX-1004 da Intelbras pode trazer muita dor de cabeça.

Obviamente fica difícil também para o instalador usar sempre produtos de primeira linha como transceivers da NVT por exemplo, porém é necessário buscar um ponto intermediário homologando cabos, baluns e fontes que trabalhem bem com os DVRs da Intelbras antes de orçar para o cliente. 

A conclusão é que no geral o MHDX-1004 é um bom equipamento para o público ao qual ele é destinado, porém é melhor ficar atento à infraestrutura.

Claudemir Martins
 

Meu nome é Claudemir Martins, nascido em uma pequena cidade no interior de São Paulo, me profissionalizei em redes de computadores (CISCO) e CFTV. Trabalhei para grandes empresas (como a Samsung) como engenheiro e treinador profissional ministrando treinamento em diferentes países e idiomas. Atualmente moro com minha família nos Estados Unidos e tenho minha própria empresa na áera de tecnologia.

Danyel Marques - 24 de agosto de 2018

Gostei do tópico ,tirei umas dúvidas que tive em alguns clientes com esse post.
Obrigado.

Ivanil - 14 de janeiro de 2019

Olá Claudemir, como já fora observado o DVR Mhdx-1004 da Intelbras se tornam um excelente equipamento acompanhado de uma boa infraestrutura.

    Claudemir Martins - 15 de janeiro de 2019

    Oi Ivanil.

    Obrigado pela visita e pelo comentário.
    Tem razão, infraestrutura é muito importante.

Dirceu Andrade - 15 de janeiro de 2019

Grande Claudemir parabéns pela análise. A qualidade da infraestrutura impacta mesmo. Forte abraço. Sucesso.

Ps. Quando possível sugiro uma análise do multi box da Intelbras.

CARLOS EDUARDO - 15 de janeiro de 2019

Oi amigo. Tudo bem? UM ÓTIMO 2019. Tenho tabalhado com esse produto e outros da Intelbrás. Não tenho nada a reclamar. São muito bons.

Abraços,

Carlos Eduardo

    Claudemir Martins - 15 de janeiro de 2019

    Olá Carlos Eduardo,

    Muito obrigado pela visita ao blog e pela opinião.

    Abraços
    Claudemir

      Luiz Gonzaga Coelho - 26 de abril de 2019

      Muito bom o seu artigo, parabéns, com essas iniciativas, os profissionais se capacitam e entregam ao cliente uma instalação como tem que ser, independente de marca e modelo.
      Um afetuoso abraço.

Jucemar Ghisi - 30 de junho de 2019

Gostei do artigo sobre as cameras de diversas tecnologias usada, porem acho que sempre deveria fazer um projeto e especificar as diferenças existente antes de vender qualquer produto, isso esclarece as dúvidas do cliente.

    Claudemir Martins - 30 de junho de 2019

    Olá Jucimar,

    Obrigado pela visita ao blog e pelo comentário.

Henrique - 18 de julho de 2019

Obrigado Claudemir. Me ajudou bastante na decisão pelo aparelho e nos cuidados que devo ter!

    Claudemir Martins - 18 de julho de 2019

    Obrigado pela visita ao blog, fico feliz que tenha gostado.

Os comentários estão desativados.