Protocolo RTSP para câmeras IPs - Aprenda CTFV.com

Protocolo RTSP para câmeras IPs

O protocolo RTSP pode ser utilizado para transmitir imagens em sistemas de CFTV e devido à sua compatibilidade com diversos dispositivos ele é uma ótima opção para projetos híbridos.

Nesse artigo você irá aprender o que é o protocolo RTSP e como utilizá-lo em uma câmera IP, gravador digital (DVR) ou gravador de rede (NVR).

Conceito de RTSP

O que é o protocolo RTSP?

RSTP é uma sigla para “Real Time Streaming Protocol” que traduzido para o Português significa protocolo de fluxo em tempo real, ou seja, sua função é enviar áudio ou vídeo ao vivo de um dispositivo a outro.

Esse protocolo não foi criado exclusivamente para o uso em CFTV, ele já era utilizado em outros setores onde há a necessidade de transmissão em tempo real e foi adotado por desenvolvedores de dispositivos e software na área de segurança digital onde passou a ser utilizado como um padrão mundial.

O protocolo RTSP em CFTV

Os fabricantes de equipamentos de segurança eletrônica implementam o protocolo RTSP em suas câmeras, gravadores e software para que eles sejam compatíveis com outros dispositivos que estão disponíveis no mercado.

Ao adquirir uma câmera IP e um gravador de rede de diferentes fabricantes é possível fazer com que se comuniquem através do uso desse protocolo universal.

Para configurar os equipamentos é necessário saber qual o comando RTSP que deve ser utilizado e essa informação pode ser encontrada no manual do equipamento ou consultando a equipe de suporte técnico.

Como usar o protocolo RTSP

Imagine que você adquiriu uma câmera IP da marca Intelbras e deseja utilizar um gravador de rede (NVR) que já possui, mas ele é de outro fabricante, como Samsung por exemplo.

Você deve buscar no manual da câmera Intelbras qual é o comando RTSP que deve ser utilizado para fazer a transmissão de vídeo pela rede.

Caso não encontre essa informação no manual do produto deverá entrar em contato com o suporte técnico pois é fundamental que obtenha o comando correto para que seus equipamentos possam se comunicar.

Após obter essa informação, você deve inseri-la no gravador que irá iniciar uma solicitação de envio de vídeo através desse protocolo universal.

RTSP da câmera para o NVR

Na prática, basta abrir o menu do NVR e colocar o comando RTSP seguido do nome de usuário e senha da câmera IP e ao receber essa informação a câmera irá liberar o fluxo de vídeo em tempo real.

Como usar o protocolo RTSP para gravação na nuvem

O princípio de gravação de imagem na nuvem é o mesmo, basta utilizar o comando correto para solicitar o envio de vídeo da câmera para o servidor que está localizado em algum lugar da Internet.

Veja no diagrama a seguir que a câmera IP está instalada em uma rede interna e conectada a um roteador e basta configurar o servidor de gravação na nuvem para enviar o comando RTSP pela Internet e assim que ele for recebido pela câmera o fluxo de streaming será iniciado.

DVR Gravando na nuvem

No exemplo acima o servidor simplesmente envia o comando RTSP através da Internet e ao chegar na interface externa do roteador ele deve fazer o roteamento para a rede interna onde está a câmera.

Por isso é necessário fazer a configuração do roteador e inserir as regras de roteamento que são baseadas nas interfaces de rede e portas lógicas de comunicação.

Como testar uma câmera IP com o protocolo RTSP

Antes de tentar configurar um sistema de CFTV é interessante se certificar que tudo irá funcionar corretamente e a melhor maneira de fazer isso é através de testes simples como a conexão de uma câmera IP com um software tradicional que usa o protocolo RTSP.

Existe um software tradicional e grátis chamado VLC que pode ser utilizado para tais testes. O diagrama abaixo mostra um exemplo de como utilizá-lo.

Teste de RTSP via VLC

Nesse exemplo uma câmera IP está conectada ao roteador que por sua vez está conectado ao laptop que usa o software VLC para enviar o comando RTSP para a câmera. Tudo está na rede local e, portanto, não há necessidade de regras de roteamento (dispositivos conectados nas portas internas).

No software VLC basta abrir o menu “Media > Open Network Stream” (Media > Abrir Fluxo de rede) ou digitar CTRL+N e colar o comando RTSP da câmera IP.

Teste de RTSP

No nosso exemplo o IP da câmera é 192.168.2.107 e a porta RTSP é 554 e essa informação deve ser inserida no comando que será enviado para a câmera. Veja o exemplo na imagem abaixo:

Comando RTSP no VLC

O comando nesse caso é:

rtsp://192.168.2.107:554/user=admin_password=admin_channel=1_stream=0.sdp?real_stream

Após enviar o comando você poderá ver a imagem da câmera IP diretamente no laptop, o que prova que o comando utilizado está correto e as conexões de rede e IPs também estão corretos.

Exemplo de streaming via RTSP

Depois de fazer esse teste inicial é possível avançar para os testes mais avançados para conexão com gravadores ou sistemas de gravação em nuvem.

Exemplo prático do uso do protocolo RTSP via nuvem

Vamos falar sobre um exemplo prático do uso do protocolo RTSP para CFTV.

Imagine uma situação onde você tem câmeras de segurança analógicas conectadas a um gravador digital (DVR) e sua intenção é ter redundância das gravações e para isso você escolheu um serviço que permite armazenar tudo em um servidor na nuvem.

Há diversos serviços de nuvem disponíveis no mercado, como TecVoz Nuvem, Intelbras Cloud, Monuv e Angelcam e você pode escolher o que mais se adapta às suas necessidades.

Nesse exemplo irei utilizar os serviços da Angelcam que funciona com diferentes marcas de dispositivos e trabalhar bem com o protocolo RTSP.

Envio de vídeo para a nuvem via RTSP

Nesse exemplo irei utilizar os serviços da Angelcam que funciona com diferentes marcas de dispositivos e trabalhar bem com o protocolo RTSP.

==> Para que possa ver outros detalhes, recomendo a leitura do outro artigo: Como gravar imagens do DVR na nuvem da Angelcam.

Como configurar o roteador para acesso via nuvem

Antes de fazer os testes com o comando na nuvem, é necessário fazer a configuração do roteador, esse procedimento é extremamente simples, basta utilizar as informações de IP e porta (lógica) da câmera IP.

Basicamente você tem que informar para o roteador que ele deverá direcionar o tráfego que vem da Internet para a câmera IP sempre que a requisição é para uma determinada porta lógica que no caso do protocolo RTSP é a 554 por padrão.

Veja a imagem abaixo que mostra a configuração do roteador, note que a configuração para esse modelo deve ser feita no menu de “Aplicações e jogos” o endereço da câmera IP é 192.168.2.107 e a porta é 554.

Configuração do roteador para RTSP

Obviamente você terá que procurar por outros menus em modelos diferentes de roteadores, geralmente você encontra esse menu como reencaminhamento de portas, Port forwarding ou NAT.

Como configurar o servidor da nuvem

O DVR da Intelbras pode trabalhar perfeitamente com esse serviço pois permite o uso do RTSP e a informação que necessitamos para a configuração está disponível no manual do produto.

Nesse caso específico, o DVR que foi testado é um MHDX-1004, um DVR de 4 canais da Intelbras que utiliza o seguinte comando RTSP:

rtsp://<IP>:<Porta>/user=<usuario>_password=<senha>_channel=<canal>_stream=0.sdp?real_stream

Basta utiliza esse comando e substituir as informações de IP, porta, usuário e senha e pronto, tudo irá funcionar de acordo com a sua rede. Tudo deve ser configurado no lado do servidor da nuvem e as regras de roteamento devem estar prontas no roteador que está na sua rede.

Veja na imagem a seguir um exemplo de como configurar o serviço da Angelcam, após criar uma conta na plataforma no site https://angelcam.com faça o login com o usuário e senha e escolha a opção DVR e NVR.

Angelcam Adicionar câmera
Angelcam escolha do DVR

Após esse passo basta digitar ou colar o comando RTSP como mostrado na imagem a seguir

Comando RTSP na nuvem

Note que o comando utilizado inclui o IP externo utilizado pelo roteador e a porta 554 que foi utilizada na configuração do roteador e que é padrão do DVR.

É importante entender bem o conceito aqui exemplificado, pois o comando RTSP enviado pelo servidor da nuvem chega até o roteador pela interface externa antes de ser roteado segundo a regras estabelecida e, portanto, o você deve estar seguro de qual é o IP externo do utilizado pelo roteador.

A imagem a seguir mostra o resultado final da conexão da câmera no servidor na nuvem.

Canal 1 do DVR na nuvem

Em alguns casos você irá notar que a imagem pode sofrer algumas variações de qualidade devido a alguns fatores como falta de estabilidade do link de Internet, redução da banda disponível ou incompatibilidade de comandos entre o servidor da nuvem ou câmera.

Certifique-se de atualizar o firmware da câmera IP para a última versão disponível, isso ajuda a manter a compatibilidade com sistemas que utilizam RTSP como serviços de nuvem e gravadores de outras marcas.

Caso não tenha IP fixo no seu link de Internet

Se não possui IP fixo no seu link de Internet, você poderá utilizar um serviço de DDNS disponível na Internet, dessa forma o serviço de nuvem continuará funcionando e gravando as imagens da sua câmera mesmo quando houve a alteração automática do IP externo do seu roteador.

Exemplo de uso do protocolo RTSP em CFTV

Veja no vídeo a seguir o exemplo de uso do protocolo RTSP para gravação na nuvem da Angelcam utilizando a câmera IP VIP 1120 B da Intelbras.

Como encontrar o comando RTSP da sua câmera

A maneira mais simples de encontrar o comando utilizado pela sua câmera ou gravador é através da consulta do manual, caso isso não seja possível entre em contato com o fornecedor do seu equipamento, se ainda tiver problemas poderá tentar utilizar o software ONVIF DEVICE MANAGER seguindo as instruções do artigo ONVIF Device Manager – Software para testar câmeras IPs  disponível nesse blog.

Considerações finais

Agora você já sabe o que é o protocolo RTSP e como pode fazer os testes e utilizá-lo em situações práticas.

Recomendo que faça testes locais com o software VLC e os dispositivos que possui na sua rede para se familiarizar-se como o uso desse protocolo

Para aprender mais...

Se você é um instalador profissional de CFTV ou quer se tornar um, eu recomendo fortemente que você dê uma olhada na coleção Guia Definitivo do CFTV, e aos cursos em vídeo clique nos links abaixo para saber mais ...

Compartilhe esse artigo com os amigos...

  • Updated 2 de novembro de 2019
  • Redes
Claudemir Martins
 

Meu nome é Claudemir Martins, nascido em uma pequena cidade no interior de São Paulo, me profissionalizei em redes de computadores (CISCO) e CFTV. Trabalhei para grandes empresas (como a Samsung) como engenheiro e treinador profissional ministrando treinamento em diferentes países e idiomas. Atualmente moro com minha família nos Estados Unidos e tenho minha própria empresa na áera de tecnologia.

Deixe um comentário 0 comentários

Deixe uma resposta